Equipe da Rádio Jornal escapa de golpe de taxistas em Moscou

Profissionais estão na Rússia para fazer a cobertura da Copa do Mundo

A equipe esportiva da Rádio Jornal FM 90.3 AM 780 do Recife sofreu tentativa de golpe de taxistas em Moscou. Os profissionais da emissora que estão na Rússia para a cobertura da Copa do Mundo FIFA 2018 relataram que os taxistas quiseram cobrar preços muito superiores aos praticados normalmente na capital russa.

Segundo informações que foram publicadas no site NE10, os radialistas Maciel Júnior, Aroldo Costa, João Victor Amorim e Fabiano Lopes, estavam com dificuldade para sair do IBC (Internacional Broadcast Center), local onde todos os jornalistas do mundo estão trabalhando e serve como base para todos os veículos de imprensa na cobertura do mundial. O motivo foi que os taxistas estavam cobrando um valor até três vezes mais do normal, de uma corrida do IBC para o hotel onde a equipe está hospedada em Moscou.

João Victor Amorim relatou a atitude solidária de uma funcionária da empresa de postagens russa e descreveu a situação para Geraldo Freire. “Ontem quando estávamos saindo do IBC, tivemos dificuldade de conseguir transporte para voltar para o hotel. Uma moça, Maria, parou nossa equipe, falou em russo e depois em inglês e disse: vou ajudar vocês a pegar o táxi e discutiu com vários taxistas que queriam nos roubar”, afirmou o repórter.

Outro que passou pelo episódio foi o comentarista Maciel Júnior, destacando que a moça discutiu com os homens até que os pernambucanos entrassem em segurança no táxi. “Ela se aproximou porque percebeu que os taxistas estavam querendo cobrar o triplo do valor. Por exemplo, a corrida custava 200 rublos (pouco menos de R$ 12), eles estavam cobrando 600 rublos (R$ 36), chegando até a 2000 rublos (R$ 120) que alguns estavam cobrando”, relatou.

João Victor disse ainda como a atitude da mulher foi espantosa, ela discutiu com os taxistas e ainda ligou para os brasileiros no hotel para saber o desfecho do episódio. “Um até disse que ela estava atrapalhando, e ela respondeu que ele não era nem taxista, quando chegamos no carro, ela foi no táxi e quando o motorista quis mudar a rota ela discutiu com ele dizendo: está errado, você está querendo enganar eles. Quando chegou no hotel ela ligou para a gente para saber se tínhamos chegado bem”, finalizou.

 

Via TudoRadio.