SET eXPerience aborda temas cruciais para qualquer empresa: Cyber Intelligence (segurança) e desenvolvimento de pessoas

By
SET eXPerience aborda temas cruciais para qualquer empresa: Cyber Intelligence (segurança) e desenvolvimento de pessoas


SET eXPerience aborda temas cruciais para qualquer empresa: Cyber Intelligence (segurança) e desenvolvimento de pessoas

O SET eXPerience Lunch Break, formato destinado a conversas na hora do almoço com expoentes do mercado em áreas ligadas à mídia e entretenimento em geral, trouxe essa semana os executivos do Linkedin Ana Moisés, Diretora de Vendas e Soluções de Marketing para Latam, e Leandro Cruz de Paula, responsável por Estratégia de Canais e Programas – Parcerias de Ad Tech, para debater sobre o tema “Pessoas ao centro – Desenvolvimento”.

Mentor Neto, CEO da Spin Off Digital e mediador do Lunch Break, incluiu no bate-papo a seguinte pergunta: além das óbvias consequências devastadoras da pandemia, que mudanças o Linkedin tem observado no comportamento dos seus usuários e no mercado? Segundo Ana Moisés, a pandemia “fez com as empresas vissem seus funcionários de outra maneira, pois (com o home office) literalmente entramos nas casas das pessoas”. Leandro de Paula, por sua vez, dividiu que “os usuários do Linkedin começaram a compartilhar muito mais conteúdo. Esse aumento chegou a quase 30% em 2020”.

“Cyber Intelligence – Você está preparado para se defender de um ataque?” foi o tema do SET eXPerience Tracks dessa semana, que teve como moderador Leidivino Natal, CEO da Stefanini Rafael. Tivemos a chance de acompanhar os dados apresentados por Lucimara Desiderá, Analista de Segurança da CERT.br/NIC.br, que destacou os principais tipos de problemas notificados: os ataques de negação de serviço e scam de rede, como os ataques de força bruta de senhas.

Já Marcelo Fernandes, Arquiteto de Soluções, Cyber Security – Embratel, comenta que “todos os mercados e nichos são alvos de ataque. Não há distinção. Porém, 20% das empresas atacadas são empresas ligadas à mídia, pois há muita troca de dados”.

Rodrigo Almeida Gonçalves, que atua como Head de Segurança da Globo, citou o exemplo do “hacktivismo”, tipo de ataque ao qual grandes empresas, em especial as de mídia, estão sujeitas. Segundo ele, são comuns tentativas de pichação de sites, alterações de matérias, e outros tipos de invasão que podem comprometer a imagem e a reputação dessas empresas.

Ao final, foi unânime que não existe uma solução única e mágica para os problemas de segurança, mas foi reforçada a recomendação de adoção de sistemas de autenticação mais fortes, como as autenticação em duas etapas. Segundo Lucimara, “as senhas são sempre o caminho mais fácil para os ataques”.

Todos os conteúdos do SET eXPerience, inclusive esses dois painéis, podem ser assistidos na plataforma https://setexperience.org.br.

 

 

 



Link da fonte